Notícias

Cepea enxerga viabilidade no boi de cocho em 2020

22 de junho de 2020

Os preços do boi magro e do milho estão bem acima dos verificados no mesmo período de 2019, mas os ajustes dos contratos futuros do boi gordo na bolsa de mercadoria B3 sinalizam viabilidade do confinamento neste ano, destacam nesta quinta-feira, 18 de junho, os pesquisadores do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea).

 
Os preços futuros do boi gordo para o segundo semestre giram atualmente na casa dos R$ 213/@ na B3. Recentemente, o analista Leandro Bovo, da Radar Investimentos, disse à DBO que a movimentação de estabilidade da arroba no mercado futuro não estava em sintonia com realidade do mercado físico pecuário, marcado por uma forte tendência de alta, reflexo da baixa oferta de animais terminados neste início de entressafra e pelo crescimento vigoroso das exportações de carne bovina.
 
Na média do Estado de São Paulo, o boi magro em maio foi negociado a R$ 2.933,55, alta de 37,3% frente a maio/19, em termos reais (deflacionados pelo IGP-DI de maio/20), de acordo com o Cepea. Quanto ao milho, apesar do alto patamar no final do ano passado e no início de 2020, os valores atuais estão se enfraquecendo, contexto que vem favorecendo a dieta de confinamento, relata o Cepea.
 
Em maio, a média do Indicador do milho ESALQ/BM&FBovespa (região de Campinas – SP) foi de R$ 47,96/saca de 60 kg, quase 35% acima do verificado em maio/19, em termos reais.
 
Na avaliação dos pesquisadores, neste início de época de seca, os pecuaristas analisam a movimentação dos valores do boi gordo no mercado futuro (B3), no intuito de gerenciar a receita. “Os contratos futuros do boi gordo operam em patamares interessantes para a atividade de confinamento”, apontou o Cepea. Na avaliação dos pesquisadores, ainda que parte dos produtores que confina animais já tenha feito as contas dessa atividade de engorda, “a pandemia de Covid-19 e as consequentes incertezas geradas no mercado fizeram com que muitos adiassem e/ou limitassem a entrada de gado no cocho”.
 

Fonte: Portal DBO
Voltar Imprimir
Deixar um comentário
Nome
Comentário
 

Notícias recentes

Soja: média diária exportada em junho cresceu 45,5% na comparação anual 03 de julho de 2020 O Brasil exportou 13,75 milhões de toneladas de soja em junho último, segundo dados da Secretária de Comércio Exterior (Secex). A média diá...
Oferta restrita mantém preços do boi gordo sustentados 03 de julho de 2020 Em São Paulo, o tom foi de estabilidade na última quinta-feira (2/7), frente ao fechamento do dia anterior (1/7). Segundo levantamento da Scot ...
Plano Safra 2020/2021 entra em vigor nesta quarta-feira 03 de julho de 2020 Desde quarta-feira (1º) está em vigor o novo Plano Safra, com o início da temporada da safra 2020-2021. Os produtores rurais já podem acessar ...
Geração de empregos recua em MS no mês de maio e agropecuária tem menor queda entre setores 03 de julho de 2020 O mês de maio em Mato Grosso do Sul registrou uma redução de 1992 vagas no número de empregos formais, segundo dados do Caged (Cadastro Geral de E...
Inmet prevê tempo firme e máxima de 27°C para o Estado 03 de julho de 2020 O início do fim de semana será de tempo firme em todas as áreas de Mato Grosso do Sul. O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) estima tempo pa...
Mato Grosso do Sul tem 107 mortes por coronavírus e 9.388 confirmados 03 de julho de 2020 Com mais 326 exames positivos para o novo coronavírus (Covid-19) nas últimas 24 horas, o número de casos confirmados da doença no Estado chega a 9...
Pelo menos 5 fábricas de carne deixam de exportar à China 03 de julho de 2020 Aos poucos, a Covid-19, que prejudicou fortemente – e rapidamente – as linhas de abate de frigoríficos norte-americanos, vai também faze...


Foto: Reprodução