Horticultor adere a cultivo protegido e transforma propriedade em Itaporã

02 de dezembro de 2019

Por meio do suporte técnico do programa de Assistência Técnica e Gerencial do Senar/MS, Everaldo Carvalho, passou a produzir hortifruti em cultivo protegido, com uma estufa. Com as inovações e tecnologias aplicadas, o produtor já vê os resultados em sua propriedade de Itaporã e, por isso, é o case de sucesso da série ‘Senar/MS Transformando Vidas” dessa semana.

Anteriormente, Everaldo produzia hortifruti a campo e resolveu aceitar o desafio do cultivo protegido. Já na primeira colheita de pepino, rúcula e tomate cereja, o resultado na qualidade dos produtos foi muito positivo.
 
“Na época que a gente produzia fora, a campo, era meio por conta, não tinha noção do que estava fazendo. Produzir e vender é fácil, mas ter uma gestão do movimento de produtos e renda é muito mais complexo. A gente não consegue fazer isso sozinho”, comentou.
 
A gestão da propriedade e da produção também é um ponto da assistência técnica repassado ao produtor. “Você não sabe se está perdendo ou ganhando, a única certeza é que você está trabalhando, sem saber se está tendo lucro. Com esse tipo de trabalho, a gente está começando a ter uma noção do que pode ou nao pode fazer, onde pode acertar ou errar. A gente anota tudo o que compra, toda despesa; absolutamente tudo”, detalhou.
 
E a transformação de vida já é nítida na produção e na vida de Everaldo. “Está mudando a maneira de ver e cuidar das coisas, de economizar o produto, de  investir certo para produzir bem. Nessa ordem, o Senar/MS está ajudando muito, porque quando tem uma dúvida eu vou direto no técnico e já resolvo, para poder tomar a decisão correta e evitar erros. E chega o bom resultado”, completou.
Fonte: Famasul