Notícias

Feira do Peixe e Vitrine em Piscicultura destacam importância da cadeia produtiva

09 de outubro de 2019

Em Fátima do Sul produtores atendidos pelo programa de ATeG (Assistência Técnica e Gerencial) na piscicultura puderam comercializar as espécies de pintado e patinga na 2ª Feira do Peixe, promovida pelo Senar/MS e o sindicato rural. A iniciativa ocorreu nos dias 4 e 5 de outubro. Segundo a agente de comercialização, Alana Chaves, o objetivo da ação é de auxiliar os piscicultores a venderem suas mercadorias. “A feira veio para ajudar o pequeno produtor que não tenha uma comercialização formal, para que seja um meio de poder escoar o seu produto”.

Durante o evento foram vendidos mais de 200 quilos de peixe para os moradores da região. “A receptividade da população é sempre muito positiva, nós temos percebido que o público prefere comprar o pescado direto do produtor, principalmente pela qualidade e, por ser uma mercadoria fresquinha com um preço mais acessível do que pode se encontrar nos mercados, sabendo a procedência ainda mais com o auxílio da Assistência Técnica e Gerencial, com isso há um produto de melhor qualidade”, explica, Alana. 
 
Durante a ação cerca de 150 pessoas passaram pelo local, entre eles o presidente do sindicato rural de Fátima do Sul, Dário Antonio Gomes Silva. Também participaram o coordenador da Assistência Técnica e Gerencial em piscicultura, André Luiz Nunes e o técnico de campo, César Sales. Em setembro o Senar/MS realizou em Nioaque a primeira da vitrine na cadeia produtiva da piscicultura. A Assistência Técnica e Gerencial completa 5 anos de implantação no estado em 2019. Atualmente, beneficia 78 produtores de nove municípios.
 
A área de lâmina de água atendida é de aproximadamente 20 hectares. O coordenador do programa, André Luiz Nunes, detalha que a iniciativa contempla as seguintes ações: manejos produtivos, manejos de qualidade de água, auxílios em tomadas de decisões de compras e vendas de animais e insumos, planejamento de produção, escalonamento da safra, determinação de espécies ideais para o cultivo local, acompanhamento gerencial com foco no controle de custos e formação de preço de peixe.

Fonte: Famasul
Voltar Imprimir
Deixar um comentário
Nome
Comentário
 

Notícias recentes

Pressão de baixa perde força no mercado do boi 29 de janeiro de 2020 Na última segunda-feira (27/1), no mercado do boi gordo, apesar das altas terem sido modestas e em apenas 25,0% das regiões pesquisadas pela Scot Co...
Ministério da Agricultura abre inscrições para feiras internacionais de alimentos e bebidas 29 de janeiro de 2020 O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) abriu as inscrições para empresas e entidades interessadas em participar das feiras i...
Após semanas de desvalorização, carne bovina reage no varejo 29 de janeiro de 2020 Os preços da carne bovina vendida no mercado varejista de São Paulo estavam vivenciando uma trajetória de queda desde o começo do ano. Contudo, no...
Governo proporciona que 1,5 mil agricultores tenham acesso a pesquisa e tecnologia 29 de janeiro de 2020 Em média, 1,5 mil agricultores de Mato Grosso do Sul utilizam por ano, os resultados de pesquisa da Fundação MS para tomar decisões sobre as safra...
Mais dez lotes de cerveja contaminada da Backer são identificados 29 de janeiro de 2020  Mais dez lotes de cerveja da marca Backer foram identificados pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) com a presença ...
Oferta limitada deve manter a cotação do couro sustentada 29 de janeiro de 2020 Mercado do couro com preços estáveis. Esse cenário, de mercado calmo, com os preços andando de lado, já era esperado, uma vez que a valorização...
Rentabilidade média em 2019 no mercado físico de soja alcançou 8,42% 29 de janeiro de 2020 O ano de 2019 foi positivo para os produtores de soja do País e 2020 também deve contar com um cenário favorável, informou nesta terça-feira (28/...


Foto: Divulgação
Durante o evento foram vendidos mais de 200 quilos de peixe para os moradores da região