Notícias

Valor da Produção Agropecuária deve atingir R$ 603,4 bilhões em 2019

14 de agosto de 2019

O Valor Bruto da Produção Agropecuária (VBP) deve atingir R$ 603,4 bilhões neste ano, com base nas informações de julho, 1,2% acima do obtido em 2018 (R$ 596,1 bilhões). O valor é o segundo maior alcançado pela agropecuária em 30 anos. O primeiro ocorreu em  2017, com R$ 607,9 bilhões.

As principais lavouras representaram R$ 399 bilhões, e a pecuária, R$ 204,4 bilhões. A pecuária apresenta variação positiva de 4,5% e as lavouras tendência de redução.
 
“Essas tendências observadas devem permanecer até o final do ano, pois a safra deste ano está praticamente encerrada”, observa o coordenador-geral de Avaliação de Políticas e Informação, da Secretaria de Política Agrícola, do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, José Garcia Gasques.
 
Os melhores resultados são observados nas culturas do algodão, com aumento real de 16,6% no VBP, amendoim (14,3%), da banana (20,5%), da batata inglesa (117,8%), do feijão (64,9%), do cacau (1,9%), da laranja (8,1%), da mamona (34,9%), do milho (22,9%), do tomate (19,6%) e do trigo (8,2%).
 
O que mais se destaca nos resultados, além do elevado acréscimo de valor em algumas lavouras, é o desempenho do milho por meio do excepcional valor obtido, atingindo R$ 60,4 bilhões de VBP. Torna-se, entre as lavouras, a segunda atividade mais importante depois da soja (R$ 129 bilhões).
 
O desempenho do milho 2ª safra, conforme apresentado pela Conab e pelo IBGE nos relatórios deste mês, foram decisivos para os resultados deste ano. A produtividade cresceu 25,8% em relação a 2018. Do mesmo modo, explica Gasques, “a safra recorde de grãos prevista em 241,3 milhões de toneladas foi essencial para o crescimento da agropecuária como um todo”.
 
Na pecuária, destacam-se os valores da carne de frango (13,4%) e de suínos (9,3%), e por último a carne bovina, com aumento de 1,3%.
 
Um grupo importante de produtos tem apresentado desempenhos desfavoráveis em relação ao ano passado. O coordenador do estudo cita o arroz, café, cana-de-açúcar, mandioca, soja e uva. A participação desses produtos no valor das lavouras é de 58%. No caso da soja, cana-de-açúcar e do café, principalmente, os preços têm sido responsáveis pelo desempenho negativo.
 
Os resultados regionais mostram novamente que Mato Grosso, São Paulo, Paraná, Minas Gerais e Rio Grande do Sul lideram a geração de valor da produção agropecuária no país.

Fonte: Mapa
Voltar Imprimir
Deixar um comentário
Nome
Comentário
 

Notícias recentes

Projeto do Executivo que altera tributos é aprovado pela Assembleia Legislativa 14 de novembro de 2019 Com plenário lotado, os deputados estaduais aprovaram por maioria de votos o Projeto de Lei 283/2019, de autoria do Poder Executivo, que prevê uma s...
Quinta-feira será de tempo instável e temperaturas amenas em grande parte de Mato Grosso do Sul 14 de novembro de 2019 Nesta quinta-feira (14.11) a previsão é de tempo instável e temperaturas amenas em grande parte de Mato Grosso do Sul. Conforme o Instituto Naciona...
Brasil fecha acordo e vai exportar melão para China 14 de novembro de 2019 O Brasil fechou acordo com a China que viabiliza a exportação de melão para o país asiático. Em contrapartida, os chineses poderão vender pera p...
Parceria entre Mapa e CNA vai levar assistência técnica ao semiárido 14 de novembro de 2019 Produtores rurais atendidos pelo AgroNordeste terão assistência técnica e gerencial a partir de mais uma parceria do Ministério da Agricultura, Pe...
Boas notícias para o mercado do boi 14 de novembro de 2019 O governo brasileiro anunciou no dia 11/11 a habilitação de oito frigoríficos para exportar carne bovina para a Arábia Saudita e, na manhã do dia...
Conab prevê novo recorde para safra brasileira de grãos com 246 milhões de toneladas 14 de novembro de 2019 A estimativa da safra 2019/2020 de grãos aponta para um novo recorde, com 246,4 milhões de toneladas, um aumento de 1,8% ou 4,3 milhões de tonelada...
Média embarcada de milho em novembro cresceu 15% frente ao mesmo período de 2018 14 de novembro de 2019 Nas duas primeiras semanas de novembro, o Brasil embarcou diariamente 209,7 mil toneladas de milho, segundo a Secretaria de Comércio Exterior (Secex)...


Foto: Divulgação
As principais lavouras representaram R$ 399 bilhões e a pecuária R$ 204,4 bilhões