Notícias

Sinais emitidos na interação entre planta e insetos são usados em monitoramento e controle de pragas

14 de agosto de 2019

Na interação entre organismos vivos e plantas, muitas vezes, são liberados compostos químicos voláteis em grande quantidade, objeto de estudo da ecologia química, um ramo da ciência pesquisado pelo professor Ted Turlings, da Universidade de Neuchatel, na Suíça, que participa do Simpósio de Controle Biológico (Siconbiol), realizado de 11 a 15 de agosto, em Londrina (PR) pela Sociedade Entomológica do Brasil e Embrapa Soja. 

Ciente desses mecanismos de interação, o professor está desenvolvendo sensores acoplados em robôs móveis capazes de identificar a campo sinais (substâncias voláteis) sinais emitidos pela planta que possam ser usadas na detecção das pragas no campo. Turlings explica que quando a planta é atacada por uma praga, ela emite odores que atraem os inimigos naturais, seja embaixo do solo ou na parte áerea da planta. “Ao ser atacada na raiz, a planta emite substâncias voláteis que atraem os inimigos naturais. No caso, desenvolvo pesquisas com nematoides “do bem” que parasitam e matam uma larva de besourinho que ataca as raízes de milho”, explica o professor.
 
O objetivo de Turlings é utilizar a ecologia química para ampliar o nível de especificidade no campo para que, no futuro, o produtor consiga mapear a área e aplicar inseticidas somente em talhões que estejam com problemas, evitando uma pulverização em toda a lavoura. Outro linha de estudo de professor é explorar esses sinais químicos para melhorar a comunicação entre as plantas. “Sabemos que uma planta, quando atacada, avisa suas vizinhas para que coloquem seu arsenal de defesa em ação”, diz. “Essas plantas que recebem estes sinais ficam mais protegidas e tem sua defesa ampliada”, diz.
 
Em suas pesquisas, o professor está identificando os compostos voláteis em laboratório, assim como, intensificando as pesquisas para a liberação desses compostos em culturas agrícolas com o objetivo de aumentar a defesa e, por consequência, a resistência da plantas ao ataque das pragas. 

Fonte: Embrapa
Voltar Imprimir
Deixar um comentário
Nome
Comentário
 

Notícias recentes

Com máxima de 32°C chuvas continuam nesta terça-feira em MS 10 de dezembro de 2019 A terça feira (10.12) será de tempo instável em Mato Grosso do Sul. A previsão do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) é de céu nublado a ...
Mercado registra recuos nos preços do boi gordo 10 de dezembro de 2019 A pressão de baixa sobre a cotação do boi gordo foi o cenário da semana passada. Na última sexta-feira (6/12), o preço caiu em 12 das 32 praças...
Valor médio do litro de leite de janeiro a outubro de 2019 cai 2,23% 10 de dezembro de 2019 Nos dez primeiros meses do ano a média do litro do leite no estado fechou em R$ 1,0336, valor 2,23% menor que o mesmo período do ano anterior, que r...
Milho em alta no mercado brasileiro 10 de dezembro de 2019 O dólar em patamar elevado, as exportações aquecidas, a boa demanda interna e as expectativas de estoques internos enxutos na temporada atual (2019...
Plantio da soja termina com 14 dias de atraso em Mato Grosso do Sul 10 de dezembro de 2019 A safra de soja 2019/2020 está 100% plantada em Mato Grosso do Sul. O período de plantio terminou no dia 6 de dezembro, com atraso de 14 dias em rel...
Carne bovina: altas interrompidas no atacado 10 de dezembro de 2019 Depois de 12 semanas de altas, ao que tudo indica, os preços da carne alcançaram um teto e pararam na subida. Nos últimos sete dias, na média de t...
Brasil participa da SIAL Middle East 2019 nos Emirados Árabes 10 de dezembro de 2019 Começou nesta segunda-feira (9) em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos, a feira SIAL Middle East 2019, que vai até o dia 11 de dezembro. O Brasil...


Foto: Divulgação
Pesquisas com nematoides benéficos estão sendo realizadas na cultura do milho