Notícias

Sinais emitidos na interação entre planta e insetos são usados em monitoramento e controle de pragas

14 de agosto de 2019

Na interação entre organismos vivos e plantas, muitas vezes, são liberados compostos químicos voláteis em grande quantidade, objeto de estudo da ecologia química, um ramo da ciência pesquisado pelo professor Ted Turlings, da Universidade de Neuchatel, na Suíça, que participa do Simpósio de Controle Biológico (Siconbiol), realizado de 11 a 15 de agosto, em Londrina (PR) pela Sociedade Entomológica do Brasil e Embrapa Soja. 

Ciente desses mecanismos de interação, o professor está desenvolvendo sensores acoplados em robôs móveis capazes de identificar a campo sinais (substâncias voláteis) sinais emitidos pela planta que possam ser usadas na detecção das pragas no campo. Turlings explica que quando a planta é atacada por uma praga, ela emite odores que atraem os inimigos naturais, seja embaixo do solo ou na parte áerea da planta. “Ao ser atacada na raiz, a planta emite substâncias voláteis que atraem os inimigos naturais. No caso, desenvolvo pesquisas com nematoides “do bem” que parasitam e matam uma larva de besourinho que ataca as raízes de milho”, explica o professor.
 
O objetivo de Turlings é utilizar a ecologia química para ampliar o nível de especificidade no campo para que, no futuro, o produtor consiga mapear a área e aplicar inseticidas somente em talhões que estejam com problemas, evitando uma pulverização em toda a lavoura. Outro linha de estudo de professor é explorar esses sinais químicos para melhorar a comunicação entre as plantas. “Sabemos que uma planta, quando atacada, avisa suas vizinhas para que coloquem seu arsenal de defesa em ação”, diz. “Essas plantas que recebem estes sinais ficam mais protegidas e tem sua defesa ampliada”, diz.
 
Em suas pesquisas, o professor está identificando os compostos voláteis em laboratório, assim como, intensificando as pesquisas para a liberação desses compostos em culturas agrícolas com o objetivo de aumentar a defesa e, por consequência, a resistência da plantas ao ataque das pragas. 

Fonte: Embrapa
Voltar Imprimir
Deixar um comentário
Nome
Comentário
 

Notícias recentes

Acrissul recebe visita do diretor presidente da Iagro MS 16 de agosto de 2019 O presidente da Acrissul, Jonatan Pereira Barbosa, recebeu na tarde desta sexta-feira a visita do diretor presidente da Iagro-MS, o engenheiro agrôno...
Raça girolando tem palestra, julgamento e leilão na ExpoMS Rural 16 de agosto de 2019 Para este está a prevista a participação de cerca de cento e dez animais no julgamento ranqueado da raça, que acontece nos dias 29 e 30 de agosto ...
Dia será ensolarado com baixos índices de umidade do ar 16 de agosto de 2019 O dia começa fresco, entre 12°C e 15°C, mas promete ser bastante quente em Mato Grosso do Sul ao longo desta sexta-feira (16.08). O sol deve ...
Parceria entre Mapa e MCTIC vai levar mais conectividade ao campo 16 de agosto de 2019 O Ministério da Agricultura e o Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) lançaram, nesta quinta-feira (15), a Câma...
Consultoria do Senar/MS em ovinocultura garante carne de qualidade e dentro dos padrões exigidos 16 de agosto de 2019 Importações brasileiras de carne ovina correspondem a 10% do total consumido no país e o mercado tende a expandir. A comercialização da carne de ...
PL que prioriza cobertura de telefonia móvel nas áreas rurais é aprovado em comissão 16 de agosto de 2019 A Comissão de Defesa do Consumidor da Câmara aprovou, nesta quarta-feira (14) o PL 9039/2017, do deputado Pompeo de Mattos (PDT-RS). O projeto alter...
Safra recorde de milho pode ser ainda maior em MS: 11 milhões de toneladas 16 de agosto de 2019 O campo continua rendendo boas notícias para Mato Grosso do Sul. A safra recorde de milho deste ano – que nas previsões iniciais deveria super...


Foto: Divulgação
Pesquisas com nematoides benéficos estão sendo realizadas na cultura do milho