Notícias

Exportação de celulose impulsiona superávit da balança comercial em MS

11 de março de 2019

O superávit de US$ 266 milhões na balança comercial de Mato grosso do Sul em fevereiro mostra tendência de crescimento no comércio exterior do Estado. Mais uma vez a celulose foi um dos produtos que puxou o resultado, além do comércio de carnes.

A avaliação é da Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar), responsável pela Carta de Conjuntura do Setor Externo. “Tivemos um bom resultado nas exportações, impulsionado pela celulose, o aumento chegou a 24,18% em relação a janeiro e fevereiro de 2018”, comenta o titular da pasta Jaime Verruck.
 
A celulose representou 50,3% do total exportado em termos do valor. Em segundo lugar, Carne de bovinos e outros produtos de carne, obteve 16,28% de participação, com aumento de 0,64%, em termos de valor, em relação a jan-fev de 2018. No que diz respeito a volume, houve aumento de 11,94% comparado a janeiro-fevereiro do ano passado.
 
O minério de ferro voltou a registrar queda, depois de aumentos expressivos em 2017 e 2018. No acumulado de janeiro e fevereiro de 2019 diminuiu em 53,68% comparado com o mesmo período do ano passado. Em termos de volume exportado, houve recuo de 53,46%.
 
Em relação à importação, o Estado continuou com uma pauta concentrada na compra de gás boliviano, representando 48,02% da pauta de importações em janeiro e fevereiro de 2019 – queda de 51,74% em relação ao mesmo período de 2018.
 
Em termos de destino das exportações houve uma concentração das vendas externas para a China, representando em jan-fev de 2019 cerca de 29,32% do valor total das exportações. Os países com maior aumento na participação foram: Reino Unido (310,65%) e Estados Unidos (228,83%). “Os EUA já figuram, no mês de fevereiro, como o segundo destino do comércio exterior do Estado, contabilizando com 10% das exportações. Os principais produtos destinados ao mercado norte-americano foram celulose e carnes”, acrescenta o secretário Jaime Verruck.
 
O principal município exportador em janeiro e fevereiro de 2019 foi Três Lagoas, com cerca de 60% dos valores exportados, com composição baseada sobretudo nas exportações na indústria de Papel e Celulose.

Fonte: Semagro
Voltar Imprimir
Deixar um comentário
Nome
Comentário
 

Notícias recentes

Girolando de MS é destaque no primeiro julgamento oficial de 1/4 em Uberaba 22 de março de 2019 A 2ª Exposição Interestadual de Girolando – Circuito Megaleite 2018/2019 – Etapa Uberaba marcou uma nova fase para a raça Giroland...
Com Outono, temperaturas registram declínio em todo o Estado nesta sexta-feira 22 de março de 2019 A sexta-feira (22.03) promete ser o dia mais frio da semana. A previsão é de céu nublado com pancadas de chuvas abrangendo todas as áreas de Mato ...
Produtores de florestas plantadas querem mais recursos no Plano Safra 22 de março de 2019 Entidades privadas e órgãos do governo representativos do setor florestal estiveram reunidos nesta quinta-feira (21), na Câmara Setorial da Cadeia ...
Em Cuiabá, MS discute Fundos emergenciais de saúde animal 22 de março de 2019 Dentro do Programa Nacional de Febre Aftosa (PNEFA), que prevê a retirada da vacinação no Brasil nos próximos anos, um dos temas que requer grande...
Acesso à internet no campo deve ter proposta para ampliação neste ano 22 de março de 2019 O Secretario de Inovação, Desenvolvimento Rural e Irrigação, do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Fernando Camargo, de...
Cotações da arroba do boi gordo segue em alta pelo Brasil 22 de março de 2019 A oferta curta de boiadas terminadas ainda tem ditado o rumo das cotações da arroba do boi gordo. No fechamento da última quarta-feira (20/3) as al...
Tereza Cristina diz a investidores que é hora de olhar para oportunidades 22 de março de 2019 A ministra Tereza Cristina (Agricultura, Pecuária e Abastecimento) disse nesta quinta-feira (21) em Nova York a executivos de grandes fundos de inves...


Foto: Divulgação
Celulose produzida em Três Lagoas