Notícias

Exportação de celulose impulsiona superávit da balança comercial em MS

11 de março de 2019

O superávit de US$ 266 milhões na balança comercial de Mato grosso do Sul em fevereiro mostra tendência de crescimento no comércio exterior do Estado. Mais uma vez a celulose foi um dos produtos que puxou o resultado, além do comércio de carnes.

A avaliação é da Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar), responsável pela Carta de Conjuntura do Setor Externo. “Tivemos um bom resultado nas exportações, impulsionado pela celulose, o aumento chegou a 24,18% em relação a janeiro e fevereiro de 2018”, comenta o titular da pasta Jaime Verruck.
 
A celulose representou 50,3% do total exportado em termos do valor. Em segundo lugar, Carne de bovinos e outros produtos de carne, obteve 16,28% de participação, com aumento de 0,64%, em termos de valor, em relação a jan-fev de 2018. No que diz respeito a volume, houve aumento de 11,94% comparado a janeiro-fevereiro do ano passado.
 
O minério de ferro voltou a registrar queda, depois de aumentos expressivos em 2017 e 2018. No acumulado de janeiro e fevereiro de 2019 diminuiu em 53,68% comparado com o mesmo período do ano passado. Em termos de volume exportado, houve recuo de 53,46%.
 
Em relação à importação, o Estado continuou com uma pauta concentrada na compra de gás boliviano, representando 48,02% da pauta de importações em janeiro e fevereiro de 2019 – queda de 51,74% em relação ao mesmo período de 2018.
 
Em termos de destino das exportações houve uma concentração das vendas externas para a China, representando em jan-fev de 2019 cerca de 29,32% do valor total das exportações. Os países com maior aumento na participação foram: Reino Unido (310,65%) e Estados Unidos (228,83%). “Os EUA já figuram, no mês de fevereiro, como o segundo destino do comércio exterior do Estado, contabilizando com 10% das exportações. Os principais produtos destinados ao mercado norte-americano foram celulose e carnes”, acrescenta o secretário Jaime Verruck.
 
O principal município exportador em janeiro e fevereiro de 2019 foi Três Lagoas, com cerca de 60% dos valores exportados, com composição baseada sobretudo nas exportações na indústria de Papel e Celulose.

Fonte: Semagro
Voltar Imprimir
Deixar um comentário
Nome
Comentário
 

Notícias recentes

Venda de tratores de rodas cresce 39,6% em MS no primeiro quadrimestre de 2019 21 de maio de 2019 A venda no varejo de tratores de rodas cresceu 39,6% em Mato Grosso do Sul no primeiro quadrimestre de 2019 frente ao mesmo período de 2018, passando...
Manejo do palhiço no sul de Mato Grosso do Sul prejudica canavial 21 de maio de 2019 Pesquisa realizada pela Embrapa Agropecuária Oeste, na região sul do Mato Grosso do Sul comprovou que nessa região quanto menos manejo for feito co...
Caminhoneiros boiadeiros param no PA e afetam pecuária 21 de maio de 2019 A pecuária do Pará, mais especificamente no norte do Estado, se encontra em difícil situação, relata boletim desta tarde de terça-feira da Infor...
Exportação de lácteos da Argentina aumenta 9% no 1º trimestre, para 72,6 mil toneladas 21 de maio de 2019 A exportação de produtos lácteos argentinos aumentou 9% em volume no primeiro trimestre deste ano, em comparação com igual intervalo do ano anter...
PIB do Agro cresce 0,07% em fevereiro, mas cai 0,46% no 1º bi 21 de maio de 2019 O PIB do agronegócio calculado pelo Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea) em parceria com a Confederação da Agricultura e Pecu...
Calor durante o dia e frio no início da noite; sem previsão de chuva na maior parte de MS 21 de maio de 2019 O calor deve continuar nesta terça-feira (21). Uma massa de ar seco ganhou força sobre o Centro-Oeste e ainda atua na maioria das áreas . Mesmo com...
Custos de produção de suínos e de frangos de corte caem 2% em abril 21 de maio de 2019 Os custos de produção de suínos e de frangos de corte calculados pela CIAS, a Central de Inteligência de Aves e Suínos da Embrapa, caíram 2,16% ...


Foto: Divulgação
Celulose produzida em Três Lagoas