Notícias

Práticas de manejo adequadas podem resultar em lavouras alta performance

18 de janeiro de 2019

A alta produtividade da soja e a incansável busca pelos 100 sacos por hectare é um dos desejos de grande parte dos sojicultores. Para alcançar resultados surpreendentes, a aplicação correta das técnicas por parte dos agricultores é fundamental. Com esse intuito, o painel "Manejo do Sistema Soja/Milho para altas produtividades" trouxe para o Showtec 2019 a palestra "Diagnóstico e práticas de manejo, caminhos para construir lavouras de alta performance", ministrado pelo engenheiro agrônomo e consultor, Henry Sako.

Segundo o palestrante, a fertilização adequada do solo é essencial para alcançar índices altos de produtividade. Dentro desse contexto, o produtor deve ficar atento a alguns fatores, pragas e doenças, uso correto da mecanização agrícola e rotação de culturas. Além disso, é preciso conhecer a física do solo de sua região, para evitar erros que possam comprometer a lavoura.
 
É preciso, ainda, escolher a cultivar correta, de acordo com o perfil de solo da região, bem como o balanço nutricional da planta por meio da adubação, entre outros cuidados básicos de manejo. "É possível, ainda, alcançar bons resultados pela genética. Há casos de lavouras ao longo do Brasil que obtiveram incremento de 70 kg de soja por hectare por conta do melhoramento genético", destaca.
 
Contudo, Sako pontuou a importância de se fazer uma avaliação do solo para que seja tomada uma decisão correta dentro da lavoura. De acordo com o especialista, apenas 30% das lavouras traçam essa análise. "Estamos acompanhando diversas lavouras em nove estados do Brasil e percebi que o modelo agronômico para provocarmos a alta produtividade é bastante claro. No entanto, existe uma característica para analisarmos. Em cada talhão, cada fazenda, o sistema de produção está na natureza. Ou seja, o plano de manejo para cada situação é único, por isso a importância do diagnóstico", reitera.

Fonte: Fundação MS
Voltar Imprimir
Deixar um comentário
Nome
Comentário
 

Notícias recentes

Seguindo plano para retirada da vacina contra aftosa MS apresenta ações em reunião do PNEFA 25 de abril de 2019 A equipe da Iagro está desde ontem (quarta, 24) em Curitiba (PR), no segundo encontro dos Estados que compõe o Bloco 5 (Paraná, Rio Grande do Sul, ...
Exportação de gado vivo bate recorde e esquenta debate interno 25 de abril de 2019 Um por um, os bovinos vão descendo do caminhão, em fila indiana, monitorados por estivadores; percorrem um pequeno corredor com laterais fechadas, p...
PIB do agro inicia 2019 com leve queda 25 de abril de 2019 O PIB do Agronegócio brasileiro apresentou ligeira queda de 0,15% em janeiro de 2019, de acordo com pesquisas do Cepea (Centro de Estudos Avançados ...
Simpósio aborda experiências em conservação de raças ovinas locais 24 de abril de 2019 A Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD), a Uniderp, a Fundação Manoel de Barros e a Embrapa realizam nos dias 25 e 26 de abril o Simpósio ...
China confirma novos focos de peste suína em província 24 de abril de 2019 O Ministério da Agricultura e Assuntos Rurais da China confirmou que foram detectados novos focos da peste suína africana (ASF, na sigla em inglês)...
RS realiza pedido para se tornar livre de aftosa sem vacinação 24 de abril de 2019 O Rio Grande do Sul se somou, esta semana, à lista de Estados que buscam o título de livre de febre aftosa sem vacinação. A Secretaria da Agricult...
Tereza Cristina: “Nossa agricultura precisa de mais tranquilidade, de mais segurança para produzir” 24 de abril de 2019 A ministra Tereza Cristina (Agricultura, Pecuária e Abastecimento) afirmou nesta terça-feira (23) que melhorar o programa de subvenção ao seguro r...


Foto: Divulgação
O engenheiro agrônomo e consultor Henry Sako durante a palestra