Notícias

Iagro monitora Influenza Aviária e Doença de Newcastle no Estado

13 de dezembro de 2018

A Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal (Iagro) realiza o monitoramento anual da Doença de Newcastle e Influenza Aviária do Sítio de Aves Migratória do Estado, na Curva do Leque, no Pantanal do Mato Grosso do Sul, com colheitas de soro e suabes de traqueia e de cloaca em aves residentes num raio de 10 km, onde temos a maior aglomeração de sedes de fazendas, além dos maiores lagos e salinas, atrativos para aves de vida livre.

Neste ano as coletas foram realizadas no mês de setembro, com a participação de 5 Fiscais Estaduais Agropecuários. Foram vistoriadas 175 galinhas, totalizando 525 amostras colhidas que foram encaminhadas ao laboratório Oficial – LANAGRO em Campinas/SP para processamento. A Iagro é responsável pelo pronto atendimento das suspeitas de ocorrência da Influenza Aviária e Doença de Newcastle. Durante a vistoria são avaliadas as condições ambientais, condições sanitárias e comportamentais das aves.
 
Sobre as Doenças
 
A doença de Newcastle e a Influenza Aviária são doenças de notificação obrigatória que podem acometer aves em geral (subsistência, comercial, silvestre, etc.), causadas por vírus e com sintomatologia clínica muito semelhante. Portanto, ao identificar um dos sintomas, comunique ao Serviço Veterinário Oficial do seu município
 
Sobre os Sítios de Aves Migratórias
 
O Brasil é visitado periodicamente por milhares de aves que realizam movimentos sazonais da América do Norte para a América do Sul e vice-versa. Dentre as aves que visitam o território nacional, destacam-se aquelas que migram com a proximidade do inverno boreal.
 
No período de inverno, a baixa oferta de recursos alimentares aliada a fatores endógenos, induz a migração de várias espécies dos Hemisférios Norte e Sul aos sítios de alimentação ou áreas de invernada em países vizinhos ou outros continentes. Nestas áreas permanecem até o início da primavera em seu local de origem, para onde retornam e se reproduzem.
 
No território nacional, são encontrados vários sítios de invernada, os quais são de extrema importância para conservação e manutenção destas espécies, desde o Amapá até o Rio Grande do Sul, como a Ilha de Campechá (MA), a Lagoa do Peixe (RS), a Coroa do Avião (PE) o Pantanal (MS e MT).

Fonte: Semagro
Voltar Imprimir
Deixar um comentário
Nome
Comentário
 

Notícias recentes

Quinta-feira será de pancadas de chuva na maior parte de Mato Grosso do Sul 21 de março de 2019 Nesta quinta-feira (21.3), o dia será de tempo instável na maior parte de Mato Grosso do Sul. Pancadas de chuva e trovoadas isoladas podem ser regis...
Ministra afirma em Nova York que agronegócio tem de investir em infraestrutura 21 de março de 2019 A ministra Tereza Cristina disse a investidores e executivos de grandes empresas, nesta quarta-feira (20), em Nova York, que a iniciativa privada ter...
Mercado do boi gordo segue firme em todas as praças do País 21 de março de 2019 Na última terça-feira (19/3), na maior parte das praças com alterações de preços da arroba do boi gordo, as variações foram para cima, mostran...
Secretaria de Agricultura Familiar recebe reivindicações da FPA para o Plano Safra 21 de março de 2019 O secretário de Agricultura Familiar e Cooperativismo do Mapa, Fernando Schwanke, recebeu nesta terça-feira (19) documento com reivindicações da F...
Senar/MS promove piscicultura sustentável 21 de março de 2019 Em comemoração ao dia mundial da água, 22 de março, a semana será dedicada a informações sobre piscicultura. Como vimos no ‘Mercado Agrop...
Lácteos: mercado fraco na primeira quinzena de março no atacado e no varejo 21 de março de 2019 O mercado atacadista de produtos lácteos fechou a primeira quinzena de março com ligeira queda. Na média de todos produtos pesquisados pela Scot Co...
EUA vão informar em 3 dias quando virão inspecionar frigoríficos do Brasil 21 de março de 2019 A ministra Tereza Cristina (Agricultura, Pecuária e Abastecimento) disse nesta quarta-feira (20) que o secretário de Agricultura dos Estados Unidos,...


Foto: Divulgação
Equipe da Iagro que faz o trabalho de monitoramento no Pantanal