Notícias

Exportações de MS batem recorde histórico e chegam a US$ 5,3 bilhões

06 de dezembro de 2018

As exportações de Mato Grosso do Sul no acumulado de janeiro a novembro deste ano atingiram 5,336 bilhões de dólares, melhor resultado de toda a série histórica no Estado. O valor recorde supera o desempenho obtido em 2013, quando foram registrados 5,2 bilhões de dólares nas exportações de janeiro a dezembro daquele ano. Os dados estão na Carta de Conjuntura do Setor Externo do mês de novembro de 2018, elaborada pela Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar). 

O superávit na balança comercial – que é a diferença entre as exportações e importações do Estado – foi de 2,786 bilhões de dólares no acumulado de janeiro a novembro de 2018, cerca de 28% superior ao verificado no mesmo período de 2017. “Esse bom resultado deve-se a um melhor desempenho dos principais produtos de exportações como a soja (crescimento de 37,08%) e a celulose (crescimento de 66,06%). O algodão disparou 40% neste ano, por isso também surge com destaque na pauta, resultado da safra com recorde produtividade neste ano”, comentou o secretário Jaime Verruck, da Semagro.

De acordo com os dados do setor externo, a soja e a celulose atualmente representam cerca de 67% do total exportado em Mato Grosso do Sul, concentração superior à registrada no mesmo período de 2017, quando não ultrapassava 50%. “O mesmo está mesmo ocorrendo em relação ao destino das exportações, que chegaram a 48,67% despachados para a China, enquanto em 2017 eram 35%. Isso demonstra a importância do mercado chinês para o Estado, assim como a Argentina, que é o nosso segundo maior destino de exportações”, acrescentou o titular da Semagro.
 
Com relação às importações, houve um aumento de cerca de 9,93% de janeiro a novembro de 2018, na comparação com o mesmo período em 2017. Esse aumento deve-se sobretudo a maior importação de Petróleo, gás natural e serviços de apoio. Já o município sul-mato-grossense com melhor desempenho concentrando 50,94% das exportações foi Três Lagoas, principalmente por conta da celulose que representa 94,65%.

Fonte: Semagro
Voltar Imprimir
Deixar um comentário
Nome
Comentário
 

Notícias recentes

MS deve colher cerca de 9 milhões de toneladas de soja, com retração devido à estiagem 18 de janeiro de 2019  Mato Grosso do Sul deve colher cerca de 9 milhões de toneladas de soja nessa safra, segundo dados do SIGA-MS (Sistema de Informação Geográfi...
Abimaq pede aporte de R$ 3 bilhões no orçamento do Moderfrota 18 de janeiro de 2019 A Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos solicitou ao governo aporte de R$ 3 bilhões no orçamento do Moderfrota, principa...
Práticas de manejo adequadas podem resultar em lavouras alta performance 18 de janeiro de 2019 A alta produtividade da soja e a incansável busca pelos 100 sacos por hectare é um dos desejos de grande parte dos sojicultores. Para alcançar resu...
INTL FCStone mantém previsão de moagem no Centro-Sul e reduz produção de etanol 18 de janeiro de 2019 A INTL FCStone manteve nesta quinta-feira (17/1), na segunda estimativa para safra 2019/2020 de cana-de-açúcar no Centro-Sul do Brasil, a previsão ...
Cotação do boi gordo estável em São Paulo e frouxa em Mato Grosso do Sul 18 de janeiro de 2019 A melhoria da oferta de boiadas não tem sido suficiente para pressionar de maneira efetiva o mercado, considerando São Paulo como referência. As pr...
Margens do produtor de soja ficarão mais apertadas com a quebra na safra 18 de janeiro de 2019 O clima desfavorável no mês de dezembro deve impedir um novo recorde na produção brasileira de soja e, com os preços em patamares mais baixos, os...
Pesquisas avaliam processos e características da carne maturada a seco 18 de janeiro de 2019 Acompanhando o que existe de novo no cenário externo e interno, pesquisadores da Embrapa Pecuária Sudeste estão iniciando estudos com a carne matur...


Foto: Divulgação
a soja e a celulose atualmente representam cerca de 67% do total exportado em Mato Grosso do Sul