Notícias

Exportações de MS batem recorde histórico e chegam a US$ 5,3 bilhões

06 de dezembro de 2018

As exportações de Mato Grosso do Sul no acumulado de janeiro a novembro deste ano atingiram 5,336 bilhões de dólares, melhor resultado de toda a série histórica no Estado. O valor recorde supera o desempenho obtido em 2013, quando foram registrados 5,2 bilhões de dólares nas exportações de janeiro a dezembro daquele ano. Os dados estão na Carta de Conjuntura do Setor Externo do mês de novembro de 2018, elaborada pela Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar). 

O superávit na balança comercial – que é a diferença entre as exportações e importações do Estado – foi de 2,786 bilhões de dólares no acumulado de janeiro a novembro de 2018, cerca de 28% superior ao verificado no mesmo período de 2017. “Esse bom resultado deve-se a um melhor desempenho dos principais produtos de exportações como a soja (crescimento de 37,08%) e a celulose (crescimento de 66,06%). O algodão disparou 40% neste ano, por isso também surge com destaque na pauta, resultado da safra com recorde produtividade neste ano”, comentou o secretário Jaime Verruck, da Semagro.

De acordo com os dados do setor externo, a soja e a celulose atualmente representam cerca de 67% do total exportado em Mato Grosso do Sul, concentração superior à registrada no mesmo período de 2017, quando não ultrapassava 50%. “O mesmo está mesmo ocorrendo em relação ao destino das exportações, que chegaram a 48,67% despachados para a China, enquanto em 2017 eram 35%. Isso demonstra a importância do mercado chinês para o Estado, assim como a Argentina, que é o nosso segundo maior destino de exportações”, acrescentou o titular da Semagro.
 
Com relação às importações, houve um aumento de cerca de 9,93% de janeiro a novembro de 2018, na comparação com o mesmo período em 2017. Esse aumento deve-se sobretudo a maior importação de Petróleo, gás natural e serviços de apoio. Já o município sul-mato-grossense com melhor desempenho concentrando 50,94% das exportações foi Três Lagoas, principalmente por conta da celulose que representa 94,65%.

Fonte: Semagro
Voltar Imprimir
Deixar um comentário
Nome
Comentário
 

Notícias recentes

China confirma tarifas de até 32,4% ao frango brasileiro 15 de fevereiro de 2019 A China confirmou nesta sexta-feira, 15 de fevereiro, a imposição de medidas antidumping sobre a importação de frango brasileiro. De acordo com an...
Marfrig realiza o primeiro embarque com destino ao Japão 15 de fevereiro de 2019 A Marfrig Global Foods, uma das companhias líderes globais em carne bovina, fez o primeiro embarque de produtos para o Japão por meio de suas unidad...
Tempo instável e temperaturas amenas fecham a semana em MS 15 de fevereiro de 2019 Sexta-feira (15.2) segue o rito das previsões do tempo registrada ao longo desta semana. Chuva, trovoadas, céu nublado e temperaturas amenas são es...
Marasmo no mercado do boi gordo continua em todas as praças 15 de fevereiro de 2019 Mercado do boi gordo sem grandes movimentações. No fechamento desta quarta-feira (13/2) praticamente não houve alteração nas referências.Frigor...
Cientistas desenvolvem metodologia para medir emissões de GEE na aquicultura 15 de fevereiro de 2019 Cientistas da Embrapa Meio Ambiente (Jaguariúna, SP) e do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais - Inpe, (São José dos Campos, SP) criaram um Mo...
JBS entra no lugar da Marfrig em parceria com a associação de Nelore 15 de fevereiro de 2019 A JBS, maior indústria bovina do Brasil, com 36 frigoríficos espalhados pelo País, assinou parceria com a Associação dos Criadores de Nelore do B...
Varejo: margem da carne bovina continua subindo no Brasil 15 de fevereiro de 2019 Em São Paulo, no Rio de Janeiro e em Minas Gerais, na média de todos os cortes vendidos nos supermercados e nos açougues, os preços da carne bovin...


Foto: Divulgação
a soja e a celulose atualmente representam cerca de 67% do total exportado em Mato Grosso do Sul