Notícias

“Não houve conversa”, diz Heinze sobre ida para o Ministério da Agricultura

07 de novembro de 2018

O deputado federal Luiz Carlos Heinze (PP-RS) negou, nesta terça-feira (6/11), ter conversado com a equipe do novo governo para ocupar o ministério da Agricultura. Próximo de Jair Bolsonaro - tendo, inclusive, acompanhando o resultado da apuração do segundo turno das eleições na casa do presidente eleito, no Rio de Janeiro (RJ) - o parlamentar tem seu nome entre os cotados para assumir a pasta.

“Não houve conversa sobre ministério e não estou preocupado com isso. Tenho mandato”, disse Heinze, em conversa por telefone com a reportagem da Globo Rural. “Estão resolvendo internamente e não sei dizer se tem nome definido ou não”, acrescentou, referindo-se à equipe de transição.
 
Senador eleito e uma das principais lideranças ruralistas no Congresso, ele sinalizou assumir o mandato e reforçar a Frente Parlamentar Agropecuária (FPA) no Senado. Na próxima legislatura, a bancada não terá na Casa nomes de peso como Ana Amélia Lemos, Ronaldo Caiado e o atual ministro, Blairo Maggi.
 
Ainda assim, há quem não descarte a ida de Heinze para a Esplanada dos Ministérios, onde sucederia Maggi no primeiro escalão do governo Bolsonaro. “Tem chance, tem um vasto serviço prestado”, especula um político ligado ao agronegócio, sob a condição de anonimato.
 
Segundo ele, no entanto, se o novo ministro da Agricultura for indicado pelos ruralistas, será apenas depois de uma reunião com o presidente eleito. O deputado Valdir Colatto (MDB-SC), que não conseguiu um novo mandato na Câmara e diz acompanhar a discussão por “contatos com a bancada”, nega haver, neste momento, alguma sugestão.
 
É o que vem falando a própria presidente da Frente Parlamentar Agropecuária (FPA), deputada reeleita Teresa Cristina (DEM-MS). Segundo ela, as conversas sobre o novo ministro devem incluir a Frente Parlamentar, que apoiou publicamente a candidatura de Bolsonaro. Mas, segundo a deputada, a agenda do setor é mais importante que a indicação.

Fonte: Revista Globo Rural
Voltar Imprimir
Deixar um comentário
Nome
Comentário
 

Notícias recentes

Acrissul recebe visita do diretor presidente da Iagro MS 16 de agosto de 2019 O presidente da Acrissul, Jonatan Pereira Barbosa, recebeu na tarde desta sexta-feira a visita do diretor presidente da Iagro-MS, o engenheiro agrôno...
Raça girolando tem palestra, julgamento e leilão na ExpoMS Rural 16 de agosto de 2019 Para este está a prevista a participação de cerca de cento e dez animais no julgamento ranqueado da raça, que acontece nos dias 29 e 30 de agosto ...
Dia será ensolarado com baixos índices de umidade do ar 16 de agosto de 2019 O dia começa fresco, entre 12°C e 15°C, mas promete ser bastante quente em Mato Grosso do Sul ao longo desta sexta-feira (16.08). O sol deve ...
Parceria entre Mapa e MCTIC vai levar mais conectividade ao campo 16 de agosto de 2019 O Ministério da Agricultura e o Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) lançaram, nesta quinta-feira (15), a Câma...
Consultoria do Senar/MS em ovinocultura garante carne de qualidade e dentro dos padrões exigidos 16 de agosto de 2019 Importações brasileiras de carne ovina correspondem a 10% do total consumido no país e o mercado tende a expandir. A comercialização da carne de ...
PL que prioriza cobertura de telefonia móvel nas áreas rurais é aprovado em comissão 16 de agosto de 2019 A Comissão de Defesa do Consumidor da Câmara aprovou, nesta quarta-feira (14) o PL 9039/2017, do deputado Pompeo de Mattos (PDT-RS). O projeto alter...
Safra recorde de milho pode ser ainda maior em MS: 11 milhões de toneladas 16 de agosto de 2019 O campo continua rendendo boas notícias para Mato Grosso do Sul. A safra recorde de milho deste ano – que nas previsões iniciais deveria super...


Foto: Divulgação
"Não houve conversa sobre Ministério", garante Luiz Carlos Heinze