Notícias

De olho no abate de fêmeas

20 de setembro de 2018

O mercado de reposição segue sua trajetória de alta e as cotações já acumulam valorização de 2,1% desde o início de julho.

Na comparação semanal, na média de todas as categorias de machos, fêmeas e estados pesquisados pela Scot Consultoria, as cotações subiram 0,2%.

 

As cotações de reposição estão subindo mais que o boi gordo. Considerando a praça de São Paulo como exemplo, a média da arroba do boi gordo está 2,4% maior do que em agosto. Já para o bezerro de desmama ([email protected]), na mesma comparação as cotações estão 3,5% maiores. 

 

Com isso, o poder de compra do recriador diminuiu. Atualmente, em São Paulo, são necessárias 8,01 arrobas de boi gordo para a compra de um bezerro de desmama. Há um mês eram necessárias 7,93.

 

O que vale a atenção é que apesar da queda momentânea no poder de compra do recriador, o cenário para o longo prazo pode trazer boas oportunidades. 

 

Os últimos dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostram que no primeiro semestre de 2018 houve um incremento de 7,9% no volume de fêmeas destinadas ao abate  em relação ao mesmo período do ano passado, ou seja, o volume de fêmeas abatidas está crescendo desde 2017 e, consequentemente, devemos ter menor oferta de bezerros já a partir de 2019/2020.  

 

Se esta menor oferta de bezerros se confirmar, as cotações devem se valorizar.

 

Além da oportunidade de ainda aproveitar o “mercado atrativo” para a compra da cria em 2018, há ainda a possibilidade de valorização da arroba dentro do próprio sistema, uma vez que o bezerro comprado hoje deve ser vendido como boi gordo provavelmente em um momento de ciclo de alta de preços para a arroba. 


Fonte: Scot Consultoria
Voltar Imprimir
Deixar um comentário
Nome
Comentário
 

Notícias recentes

China confirma tarifas de até 32,4% ao frango brasileiro 15 de fevereiro de 2019 A China confirmou nesta sexta-feira, 15 de fevereiro, a imposição de medidas antidumping sobre a importação de frango brasileiro. De acordo com an...
Marfrig realiza o primeiro embarque com destino ao Japão 15 de fevereiro de 2019 A Marfrig Global Foods, uma das companhias líderes globais em carne bovina, fez o primeiro embarque de produtos para o Japão por meio de suas unidad...
Tempo instável e temperaturas amenas fecham a semana em MS 15 de fevereiro de 2019 Sexta-feira (15.2) segue o rito das previsões do tempo registrada ao longo desta semana. Chuva, trovoadas, céu nublado e temperaturas amenas são es...
Marasmo no mercado do boi gordo continua em todas as praças 15 de fevereiro de 2019 Mercado do boi gordo sem grandes movimentações. No fechamento desta quarta-feira (13/2) praticamente não houve alteração nas referências.Frigor...
Cientistas desenvolvem metodologia para medir emissões de GEE na aquicultura 15 de fevereiro de 2019 Cientistas da Embrapa Meio Ambiente (Jaguariúna, SP) e do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais - Inpe, (São José dos Campos, SP) criaram um Mo...
JBS entra no lugar da Marfrig em parceria com a associação de Nelore 15 de fevereiro de 2019 A JBS, maior indústria bovina do Brasil, com 36 frigoríficos espalhados pelo País, assinou parceria com a Associação dos Criadores de Nelore do B...
Varejo: margem da carne bovina continua subindo no Brasil 15 de fevereiro de 2019 Em São Paulo, no Rio de Janeiro e em Minas Gerais, na média de todos os cortes vendidos nos supermercados e nos açougues, os preços da carne bovin...


Foto: Reprodução
As cotações de reposição estão subindo mais que o boi gordo