Notícias

Incerteza sobre frete limita logística de fertilizantes, diz consultoria

11 de julho de 2018

O aumento no custo do transporte de fertilizantes está limitando as entregas e levando ao acúmulo de produto nos armazéns dos portos brasileiros. É a avaliação divulgada, nesta terça-feira (10/7) pela consultoria INTL FCStone, para quem a incerteza relacionada ao preço mínimo do frete rodoviário está causando uma “bagunça” na logística desse insumo para a produção agrícola.

De acordo com a consultoria, as perdas são causadas por duas situações. A primeira é a pequena quantidade de caminhões disponíveis. Como há pouco movimento de cargas agrícolas para os portos, o frete de retorno, que leva o fertilizante para as áreas rurais do país, também fica limitado. A falta de produto, por sua vez, limita as compras dos produtores.
 
A segunda situação ocorre nos terminais portuários. Sem o fluxo de carga, os armazéns nos portos ficam cheios. Navios que precisam descarregar fertilizante ficam mais temo na espera. A consequência é o aumento no custo com o chamado demurrage, a multa paga quando a embarcação fica parada por tempo maior que o contratado.
 
“Para o cloreto de potássio (KCl), o fertilizante mais demandado por importadores brasileiros, o demurrage médio de junho/18 atingiu US$ 7,56/t, um crescimento de US$ 4,82/t em relação ao mesmo período de 2017”, diz o analista da INTL FCStone Rezende.
 
Segundo ele, em Paranaguá, por onde chegam mais de 40% dos fertilizantes importados pelo Brasil, o tempo médio de espera para atracação dos navios está em 17 dias. “O avanço do custo de demurrage se junta aos preços mais elevados dos fertilizantes no mercado internacional, ao dólar mais valorizado e aos fretes mais altos“, diz.

Fonte: Revista Globo Rural
Voltar Imprimir
Deixar um comentário
Nome
Comentário
 

Notícias recentes

Seguindo plano para retirada da vacina contra aftosa MS apresenta ações em reunião do PNEFA 25 de abril de 2019 A equipe da Iagro está desde ontem (quarta, 24) em Curitiba (PR), no segundo encontro dos Estados que compõe o Bloco 5 (Paraná, Rio Grande do Sul, ...
Exportação de gado vivo bate recorde e esquenta debate interno 25 de abril de 2019 Um por um, os bovinos vão descendo do caminhão, em fila indiana, monitorados por estivadores; percorrem um pequeno corredor com laterais fechadas, p...
PIB do agro inicia 2019 com leve queda 25 de abril de 2019 O PIB do Agronegócio brasileiro apresentou ligeira queda de 0,15% em janeiro de 2019, de acordo com pesquisas do Cepea (Centro de Estudos Avançados ...
Simpósio aborda experiências em conservação de raças ovinas locais 24 de abril de 2019 A Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD), a Uniderp, a Fundação Manoel de Barros e a Embrapa realizam nos dias 25 e 26 de abril o Simpósio ...
China confirma novos focos de peste suína em província 24 de abril de 2019 O Ministério da Agricultura e Assuntos Rurais da China confirmou que foram detectados novos focos da peste suína africana (ASF, na sigla em inglês)...
RS realiza pedido para se tornar livre de aftosa sem vacinação 24 de abril de 2019 O Rio Grande do Sul se somou, esta semana, à lista de Estados que buscam o título de livre de febre aftosa sem vacinação. A Secretaria da Agricult...
Tereza Cristina: “Nossa agricultura precisa de mais tranquilidade, de mais segurança para produzir” 24 de abril de 2019 A ministra Tereza Cristina (Agricultura, Pecuária e Abastecimento) afirmou nesta terça-feira (23) que melhorar o programa de subvenção ao seguro r...


Foto: Arquivo
Ponto de descarga de fertilizantes no Porto de Paranaguá, no Paraná. Terminal recebe a maior parte do adubo importado pelo Brasil