Notícias

Pecuária precisa de subsídios oficiais para se recuperar, afirma Acrissul

04 de julho de 2018
O presidente da Acrissul (Associação dos Criadores de Mato Grosso do Sul), Jonatan Pereira Barbosa, tem feito sucessivas consultas à diretoria e associados da entidade, no sentido de lançar um movimento de ajuda à pecuária local, através de novos programas de incentivos e também através de subsídios, pelos governos estadual e federal.
 
Para o presidente, o "subsídio da carne" seria uma forma de compensar parte dos prejuízos sofridos pelos produtores com as constantes oscilações (para baixo) do preço da arroba do boi, uma vez que esse desgaste se propaga em cadeia para todo o mercado do gado, alcançando todas as eras e raças.
 
Na avaliação do ruralista, se continuar essa situação – de depreciação do gado – por mais um ou dois trimestres, sem que nada seja feito para combatê-la, daí para frente será tarde para reverter o processo.
 
Na régua da Acrissul, o valor da arroba do boi gordo já caiu de R$ 133,00 (em média) em janeiro deste ano para R$ 128,00 (fechamento de junho), uma retração de 4%. Jonatan Barbosa lembra que em janeiro do ano passado, antes da Operação Carne Fraca, a arroba do boi gordo em Mato Grosso do Sul estava cotada em R$ 136,00 em média. 
 
"De lá para cá, junta-se a isto – à Operação Carne Fraca – a decisão do Supremo Tribunal Federal de legalizar a cobrança do Funrural, a delação premiada dos Irmãos Batista  e a suspensão da importação por alguns mercado importantes, como a Rússia, só empurrou para baixo o valor da arroba e com poucos movimentos de recuperação", historia o ruralista.
 
Para finalizar e justificar a necessidade de novos incentivos e subsídios à pecuária, Jonatan lembra também que o Mato Grosso do Sul alcançou um nível de excelência na produção de carne bovina. "Todo mundo quer a carne de Mato Grosso do Sul, considerada a melhor do Brasil, mas ninguém quer pagar o preço que ela realmente vale", pondera.
 

Fonte: Assessoria de Imprensa da Acrissul
Voltar Imprimir
Deixar um comentário
Nome
Comentário
 

Notícias recentes

MS deve colher cerca de 9 milhões de toneladas de soja, com retração devido à estiagem 18 de janeiro de 2019  Mato Grosso do Sul deve colher cerca de 9 milhões de toneladas de soja nessa safra, segundo dados do SIGA-MS (Sistema de Informação Geográfi...
Abimaq pede aporte de R$ 3 bilhões no orçamento do Moderfrota 18 de janeiro de 2019 A Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos solicitou ao governo aporte de R$ 3 bilhões no orçamento do Moderfrota, principa...
Práticas de manejo adequadas podem resultar em lavouras alta performance 18 de janeiro de 2019 A alta produtividade da soja e a incansável busca pelos 100 sacos por hectare é um dos desejos de grande parte dos sojicultores. Para alcançar resu...
INTL FCStone mantém previsão de moagem no Centro-Sul e reduz produção de etanol 18 de janeiro de 2019 A INTL FCStone manteve nesta quinta-feira (17/1), na segunda estimativa para safra 2019/2020 de cana-de-açúcar no Centro-Sul do Brasil, a previsão ...
Cotação do boi gordo estável em São Paulo e frouxa em Mato Grosso do Sul 18 de janeiro de 2019 A melhoria da oferta de boiadas não tem sido suficiente para pressionar de maneira efetiva o mercado, considerando São Paulo como referência. As pr...
Margens do produtor de soja ficarão mais apertadas com a quebra na safra 18 de janeiro de 2019 O clima desfavorável no mês de dezembro deve impedir um novo recorde na produção brasileira de soja e, com os preços em patamares mais baixos, os...
Pesquisas avaliam processos e características da carne maturada a seco 18 de janeiro de 2019 Acompanhando o que existe de novo no cenário externo e interno, pesquisadores da Embrapa Pecuária Sudeste estão iniciando estudos com a carne matur...


Foto: Divulgação | Acrissul
Para Jonatan Barbosa, presidente da Acrissul, todo mundo quer a carne de MS, mas ninguém quer pagar o preço que ela vale