Notícias

Contratação de crédito rural até maio soma R$ 131,6 bilhões

13 de junho de 2018

A contratação do crédito rural por médios e grandes produtores rurais atingiu R$ 131,6 bilhões, em onze meses, de julho do ano passado a maio deste ano. O montante equivale aproximadamente ao total do volume contratado em toda a safra 2016/17.

Os dados constam do Relatório de Financiamento Agropecuário de liberação de recursos da atual safra, divulgado pela Secretaria de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).
 
A finalidade de custeio é a de maior destaque. Alcançou, no período, R$ 72,2 bilhões (aumento de 2% no valor das contratações), com aumento do valor médio das operações de custeio, ou seja, operações com valores maiores.
 
As finalidades de industrialização e de comercialização tiveram incrementos percentuais semelhantes, na faixa de 35%. O investimento também apresentou variação positiva de 28,6% em relação ao mesmo período da safra passada, sendo a segunda finalidade a demandar maior volume de recursos, com R$ 27,2 bilhões.
 
As operações de investimento representaram 20,6% das contratações do período, sendo que os programas de investimento específicos participaram com mais da metade do total (55,5%) e tiveram desempenho superior em 15,1% comparativamente à safra passada.
 
Os programas específicos de investimento, como o Moderfrota (Programa de Modernização da Frota de Tratores Agrícolas e Implementos Associados e Colheitadeiras), o Pronamp (Programa Nacional de Apoio ao Médio Produtor Rural) e o ABC (Programa para Redução da Emissão de Gases de Efeito Estufa na Agricultura) foram os mais demandados pelos médios e grandes produtores rurais. Enquanto o Pronamp e o ABC tiveram crescimento em torno de 50%, o Moderfrota teve variação positiva de 5,3%, em relação à safra 2016/17. 
 
Os programas Moderagro (Programa de Modernização da Agricultura e Conservação de Recursos Naturais) e Pronamp estão com a aplicação dos seus recursos próxima dos limites programados, com 96,8% e 92,7%, respectivamente.
 
Da mesma forma, o PCA (Programa para Construção e Ampliação de Armazéns) e o Prodecoop (Programa de Desenvolvimento Cooperativo para Agregação de Valor à Produção Agropecuária), apresentam desempenho 113,3% e 98,6% superior à safra passada.
 
As fontes de recursos como Recursos Obrigatórios, Poupança Rural Controlada, LCA (Letra de Crédito do Agronegócio) com Taxa Favorecida, Poupança Rural Livre e Fundos Constitucionais participam, sequencialmente, com 30,0%; 26,5%; 8,1%, 8,1% e 7,2% do volume total de financiamentos.
 
Em relação ao mesmo período da safra passada, 73,1% das contratações do crédito rural foram provenientes de fontes controladas (taxas de juros favorecidas) e 26,9% de fontes não controladas (taxas de juros de mercado).
 
A atividade agrícola continua com a maior contratação do crédito e obteve desempenho 15,1% superior à safra 2016/17, com R$ 91,7 bilhões. A atividade pecuária representa 30% do valor contratado e registra aumento de 9,7%.

Fonte: Mapa
Voltar Imprimir
Deixar um comentário
Nome
Comentário
 

Notícias recentes

China confirma tarifas de até 32,4% ao frango brasileiro 15 de fevereiro de 2019 A China confirmou nesta sexta-feira, 15 de fevereiro, a imposição de medidas antidumping sobre a importação de frango brasileiro. De acordo com an...
Marfrig realiza o primeiro embarque com destino ao Japão 15 de fevereiro de 2019 A Marfrig Global Foods, uma das companhias líderes globais em carne bovina, fez o primeiro embarque de produtos para o Japão por meio de suas unidad...
Tempo instável e temperaturas amenas fecham a semana em MS 15 de fevereiro de 2019 Sexta-feira (15.2) segue o rito das previsões do tempo registrada ao longo desta semana. Chuva, trovoadas, céu nublado e temperaturas amenas são es...
Marasmo no mercado do boi gordo continua em todas as praças 15 de fevereiro de 2019 Mercado do boi gordo sem grandes movimentações. No fechamento desta quarta-feira (13/2) praticamente não houve alteração nas referências.Frigor...
Cientistas desenvolvem metodologia para medir emissões de GEE na aquicultura 15 de fevereiro de 2019 Cientistas da Embrapa Meio Ambiente (Jaguariúna, SP) e do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais - Inpe, (São José dos Campos, SP) criaram um Mo...
JBS entra no lugar da Marfrig em parceria com a associação de Nelore 15 de fevereiro de 2019 A JBS, maior indústria bovina do Brasil, com 36 frigoríficos espalhados pelo País, assinou parceria com a Associação dos Criadores de Nelore do B...
Varejo: margem da carne bovina continua subindo no Brasil 15 de fevereiro de 2019 Em São Paulo, no Rio de Janeiro e em Minas Gerais, na média de todos os cortes vendidos nos supermercados e nos açougues, os preços da carne bovin...


Foto: Arquivo
A finalidade de custeio é a de maior destaque