Notícias

Com taxa de juros menor, Plano Safra libera recursos a partir de 1º de julho

08 de junho de 2018

A partir de 1º de julho, produtores rurais de Mato Grosso do Sul poderão contratar recursos do Plano Safra. O Governo Federal anunciou R$ 194,37 bilhões para financiar e apoiar a comercialização da produção agropecuária no Brasil e a boa notícia está na redução de1,5 ponto percentual nas taxas de juros do crédito rural.

Para o titular da Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar), secretário Jaime Verruck, o Plano Safra 2018 atende a três pontos fundamentais, que é o lançamento em prazo oportuno, o volume que atenda o tamanho da safra e a taxa de juros que caiba no bolso do produtor rural.
 
“A avaliação do Governo do Estado é que o Plano Safra traz condições para que Mato Grosso do Sul consiga repetir o volume da safra de verão do ano passado, com elementos constituídos. Além de câmbio com boa perspectiva e uma série de opções logísticas que avançaram, há um conjunto de cenários que é positivo. Achamos que tudo isso permite que o Estado repita em termos de área o resultado do ano passado, cerca de 2,5 milhões de hectares”, explica.
 
De acordo com o Mapa (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento), do montante total serão destinados R$ 151,1 bilhões para o crédito de custeio, sendo R$ 118,8 bilhões com juros controlados (taxas fixadas pelo governo) e R$ 32,3 bilhões com juros livres (livre negociação entre a instituição financeira e o produtor). O crédito para investimentos ficou em R$ 40 bilhões.
 
O secretário Jaime Verruck destaca que o Governo Federal tem sinalizada a taxa de juros cada vez mais próxima da Selic, o que é positivo pois cria uma previsibilidade para os produtores. “Temos um cenário positivo e em Mato Grosso do Sul não podemos esquecer que há recursos disponíveis pelo FCO, que oferecem condições favoráveis para a contratação, com bons prazos e taxa de juros interessantes”.
 
Para 2018, o Estado tem disponível R$ 2,1 bilhões para financiamento por meio do FCO. De janeiro a maio, Mato Grosso do Sul contratou R$ 566 milhões em recursos do FCO e outros R$ 167 milhões já estão internalizados no Banco do Brasil para contratação.

Fonte: Semagro
Voltar Imprimir
Deixar um comentário
Nome
Comentário
 

Notícias recentes

Estoque de etanol do Brasil é 29% maior ante outubro de 2017 18 de outubro de 2018 Os estoques atuais de etanol no Brasil superam em cerca de 29% os do ano passado - estão em cerca de 11 milhões de litros -, com o consumo lento e a...
Altas de preços dos suínos nas granjas e no atacado em São Paulo 18 de outubro de 2018 Os preços no mercado de suínos apresentaram ligeira melhora nas últimas semanas. O comprador esteve mais ativo devido as antecipações por conta d...
Brasil tem cinco atletas finalistas no mundial de montaria em touro 18 de outubro de 2018 O Mundial da Professional Bull Riders (PBR), maior liga de montaria em touros do mundo, conta este ano com cinco atletas brasileiros na etapa final do...
Excesso de umidade em MS e no sul exige atenção para safra de soja 18 de outubro de 2018 Apesar do bom andamento do plantio de soja no Brasil, o excesso de umidade no sul de Mato Grosso do Sul, partes do Paraná e do Rio Grande do Sul pode...
Câmara aprova limites para importação de leite no Brasil 18 de outubro de 2018 A Comissão de Constituição e Justiça da Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira (17), por unanimidade, o Projeto de Lei 9.044/17, de auto...
Mercado do boi gordo pressionado em todo o País 18 de outubro de 2018 No fechamento da última terça-feira (16/10) foram registradas nove quedas nos preços da arroba do boi gordo. A única alta foi no Rio de Janeiro, o...
Programação fetal e o desempenho do gado de corte 18 de outubro de 2018 Você sabia que o manejo nutricional das vacas gestantes pode afetar o desempenho dos seus bezerros? Bom, se você tem negligenciado aquela categoria ...


Foto: Arquivo
Para 2018, o Estado tem disponível R$ 2,1 bilhões para financiamento por meio do FCO