Notícias

Derivados da soja, celulose, milho e carne bovina se destacam na balança do agro

13 de março de 2018

Foram destaques do agronegócio em fevereiro o forte aumento na quantidade exportada de farelo de soja (90,5%) e do óleo de soja (65,5%), gerando expansão no valor embarcado para o exterior de 100,3% e 54,7%, respectivamente. Outra evidência no mês foi a expansão de 74,4% no valor da celulose exportada. De acordo com a Secretaria de Relações Internacionais do Agronegócio (SRI) do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, houve recorde tanto na quantidade (35,3%) do produto quanto do valor, considerando a séria histórica desde 1997.

 
O milho também teve crescimento expressivo nas vendas externas, de 157% na quantidade exportada, que foi de 1,3 milhão toneladas.
 
Outro aumento registrado foi na quantidade exportada de carne bovina in natura, que cresceu 24% em relação a fevereiro de 2017, totalizando 98 mil toneladas, equivalentes a US$ 392 milhões. As exportações de bovinos vivos também tiveram forte crescimento (US$ 48,79 milhões com aumento de 1.640%), com aquisições principalmente da Turquia (US$ 41,12 milhões)
 
As exportações do agronegócio foram de US$ 6,23 bilhões em fevereiro de 2018, em alta de 5,2% em relação aos US$ 5,93 bilhões do mesmo mês em 2017. A análise do índice de quantum das exportações do agronegócio revela que a elevação da quantidade exportada foi fator determinante para a expansão do valor exportado no mês (+7,7%), uma vez que a mensuração do índice de preço das exportações revelou queda de 2,3% nos preços.
 
Enquanto as exportações do agronegócio cresceram, as importações diminuíram 1,4%, caindo de US$ 1,10 bilhão em fevereiro de 2017 para US$ 1,08 bilhão em fevereiro de 2018. O incremento das exportações e a concomitante queda das importações resultou na expansão do saldo comercial do agronegócio de US$ 4,83 bilhões em fevereiro do ano passado para US$ 5,15 bilhões.
 
No bimestre (janeiro-fevereiro), os destaques favoráveis dos embarques brasileiros foram os incrementos nas vendas de milho, algodão, carne bovina e celulose.

Fonte: Ministério da Agricultura
Voltar Imprimir
Deixar um comentário
Nome
Comentário
 

Notícias recentes

Custos de produção de frango e suíno caíram em outubro, segundo a Embrapa 21 de novembro de 2018 Os custos de produção de suínos e de frangos de corte caíram em outubro de acordo com a Central de Inteligência de Aves e Suínos da Empresa Bras...
Ciência brasileira decifra genes da qualidade da carne 21 de novembro de 2018 O Brasil deu um passo pioneiro no estudo de genética na pecuária. Pesquisadores da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq/USP), de Pi...
Alta de preço do tomate é destaque entre hortaliças em outubro 21 de novembro de 2018 Os preços das principais hortaliças tiveram alta em outubro no atacado, com exceção da cenoura. Os destaques foram o aumento do preço do tomate, ...
FDA e USDA vão supervisionar carne feita a partir de células 21 de novembro de 2018 A Administração de Alimentos e Medicamentos (FDA) e o Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) chegaram a um acordo para supervisionar ...
Programa irá estimular ILPF entre pequenos produtores 21 de novembro de 2018 Na última semana, a Associação Brasileira dos Criadores de Zebu (ABCZ) sediou um encontro entre diversas entidades relacionadas ao setor agropecuá...
Parlamentares da FPA recebem o futuro ministro das Relações Exteriores 21 de novembro de 2018 A presidente da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA), deputada Tereza Cristina (DEM/MS), e demais membros da bancada receberam o futuro ministro ...
Produtores rurais com alto desempenho serão premiados em Seminário 21 de novembro de 2018 Pela segunda vez, Mato Grosso do Sul será sede para o Seminário Soja Plus Brasil, evento organizado pelo Sistema Famasul – Federação da Agri...


Foto: Reprodução
Milho teve crescimento expressivo nas vendas externas, de 157% na quantidade exportada