Notícias

Agropecuária cresceu 13% em 2017

05 de março de 2018

A agropecuária foi o setor com melhor desempenho na economia em 2017, se destacando com alta de 13%, enquanto a indústria ficou estagnada e serviços tiveram recuperação moderada (0,3%). O Produto Interno Bruto (PIB) do ano, no valor de R$ 6,56 trilhões, em alta de 1% em relação a 2016, foi divulgado na quinta-feira (1º) pelo Instituto Brasileiro de Geografia Estatística (IBGE).

 
O ministro Blairo Maggi (Agricultura, Pecuária e Abastecimento) comemorou o resultado. “O crescimento que o Brasil teve, praticamente, veio do agronegócio, da agricultura, da pecuária, dos negócios ligados ao nosso setor. Eu quero cumprimentar a cada um dos produtores brasileiros, a cada um daqueles que transformam o agronegócio em produtos que vão para as prateleiras. Essa é a grande vocação que o Brasil tem. Nós temos muita alegria em comemorar isso e  preparando para que, em 2018, também o agronegócio tenha participação muito forte no PIB brasileiro”.
 
Maggi lembrou a super produção de grãos do último ano e disse que novamente está sendo colhida uma grande safra  e “já preparando 2019, porque a agricultura não para nunca, colhe, planta e é o Brasil indo para frente”.
 
De acordo com dados da Secretaria de Política Agrícola (SPA) do Mapa, os maiores destaques de produção no ano passado foram soja, milho, laranja, cana-de-açúcar, algodão, mandioca e café. Além dos efeitos favoráveis que a agropecuária trouxe para o PIB, sua contribuição na oferta de alimentos permitiu baixar a inflação durante o ano e também a gerar um saldo recorde na balança comercial do país.
 
O valor do PIB agropecuário, que representa o que foi produzido nas atividades primárias ligadas ao setor alcançou R$ 299,47 bilhões, representando 4,56% do PIB. A média de crescimento da agropecuária nos últimos 22 anos é de 3,8%. Segunda a SPA/Mapa o crescimento da agropecuária, de 13%, é a maior taxa obtida desde 1996, quando foram revisadas pelo IBGE as Contas Nacionais.

Fonte: Ministério da Agricultura
Voltar Imprimir
Deixar um comentário
Nome
Comentário
 

Notícias recentes

Fenômeno El Niño pode retornar no fim deste ano 17 de julho de 2018 O El Niño, fenômeno caracterizado pelo aquecimento das águas do Oceano Pacífico Equatorial, tem grandes chances de se firmar até dezembro de 2018...
Oferta restrita de boiadas e lentidão no escoamento de carne travam mercado do boi 17 de julho de 2018 A associação entre oferta restrita de boiadas e demanda patinando mantém o mercado travado. Vale lembrar que apesar do lento escoamento de carne bo...
Greve dos caminhoneiros e Rússia derrubam exportação de suínos do Brasil 17 de julho de 2018 As exportações totais de carne suína, entre produtos in natura e processados, alcançaram 278,3 mil toneladas entre janeiro e junho deste ano. O n...
Exportação de gado em pé em alta em relação a 2017 17 de julho de 2018 Em meio a discussões sobre a proibição da atividade em São Paulo, a exportação de gado em pé se mantém em alta em 2018. Segundo dados do Minis...
Mercado de reposição de bovinos começa a ganhar ritmo em todo o País 17 de julho de 2018 A especulação ganhou força no mercado de reposição e, aos poucos, o volume de negócios concretizados aumenta no mercado de reposição. A firmez...
Vice-presidente do Sistema Famasul destaca potencial da fronteira na Expobel 2018 17 de julho de 2018 O vice-presidente do Sistema Famasul – Federação da Agricultura e Pecuária de MS, Nilton Pickler, participou da abertura da  47ª Ex...
Tempo seco favorece a colheita do milho no Brasil central 17 de julho de 2018 Há pouca variação de nebulosidade na maior parte do país, porque uma massa de ar seco ainda segue atuando. As instabilidades continuam somente nas...