Notícias

Safra de soja na Argentina sofre corte de 5 milhões de toneladas

23 de fevereiro de 2018

A Bolsa de Comércio de Rosario (BCR) reduziu em 5,5 milhões de toneladas a sua previsão de produção de soja da Argentina em 2017/2018 para 46,5 milhões de toneladas. Até janeiro, a bolsa previa 52 milhões de toneladas. A área plantada com soja foi ajustada de 18,5 milhões para 18 milhões de hectares.

 
Segundo a bolsa, a falta de umidade se acentuou em fevereiro e deixou importantes regiões produtoras da Argentina sob condições de estresse hídrico graves em um período de definição do rendimento de soja. A entidade destacou que, desde o relatório de janeiro até agora, as condições de seca se agravaram. Falta de chuva, ventos e altas temperaturas aumentaram o estresse hídrico semana a semana.
 
 
"Isso afetou a soja primeiro em seus períodos de floração, formação de vagens e enchimento de grãos, provocando abortamento de flores, vagens e folhas. Na última semana, mesmo nas áreas mais favorecidas há um aumento progressivo de morte de plantas."
 
 
O cenário crítico, conforme a bolsa, ocorre no centro de Buenos Aires, centro-norte de Santa Fe, norte de Entre Ríos, La Pampa e norte de Córdoba. Já no norte do país, pelo contrário, as chuvas foram intensas, e as lavouras estão em boa situação. A bolsa também reduziu a previsão de produção de milho para 35 milhões de toneladas, ante 39,9 milhões de toneladas projetados no mês anterior.
 
"A falta de água predominou em janeiro, mas o milho plantado em datas tradicionais cumpriu seus estágios finais auxiliado pelas reservas de água nas camadas mais profundas do solo. Mas, em fevereiro, longe de se atenuarem os problemas por causa da falta de água, se acentuaram as condições de seca."
 
O milho plantado mais tarde pode ter comprometimento de 30% a 60% do potencial de rendimento, segundo a bolsa, e é fundamental que as chuvas retornem nos próximos sete dias.

Fonte: Estadão Conteúdo
Voltar Imprimir
Deixar um comentário
Nome
Comentário
 

Notícias recentes

Quinta-feira será de pancadas de chuva na maior parte de Mato Grosso do Sul 21 de março de 2019 Nesta quinta-feira (21.3), o dia será de tempo instável na maior parte de Mato Grosso do Sul. Pancadas de chuva e trovoadas isoladas podem ser regis...
Ministra afirma em Nova York que agronegócio tem de investir em infraestrutura 21 de março de 2019 A ministra Tereza Cristina disse a investidores e executivos de grandes empresas, nesta quarta-feira (20), em Nova York, que a iniciativa privada ter...
Mercado do boi gordo segue firme em todas as praças do País 21 de março de 2019 Na última terça-feira (19/3), na maior parte das praças com alterações de preços da arroba do boi gordo, as variações foram para cima, mostran...
Secretaria de Agricultura Familiar recebe reivindicações da FPA para o Plano Safra 21 de março de 2019 O secretário de Agricultura Familiar e Cooperativismo do Mapa, Fernando Schwanke, recebeu nesta terça-feira (19) documento com reivindicações da F...
Senar/MS promove piscicultura sustentável 21 de março de 2019 Em comemoração ao dia mundial da água, 22 de março, a semana será dedicada a informações sobre piscicultura. Como vimos no ‘Mercado Agrop...
Lácteos: mercado fraco na primeira quinzena de março no atacado e no varejo 21 de março de 2019 O mercado atacadista de produtos lácteos fechou a primeira quinzena de março com ligeira queda. Na média de todos produtos pesquisados pela Scot Co...
EUA vão informar em 3 dias quando virão inspecionar frigoríficos do Brasil 21 de março de 2019 A ministra Tereza Cristina (Agricultura, Pecuária e Abastecimento) disse nesta quarta-feira (20) que o secretário de Agricultura dos Estados Unidos,...