Notícias

Brasil deve produzir 110,1 milhões de toneladas de soja

12 de janeiro de 2018

A Consultoria INTL FCStone revisou sua estimativa para a safra 2017/18 de soja de 107,6 para 110,1 milhões de toneladas. A projeção sofreu um importante ajuste de 2,34%, resultado da ampliação em números de produtividade em vários estados do país, enquanto a área plantada foi mantida inalterada. 

 
De acordo com a INTL FCStone, mesmo com os atrasos no plantio, devido à demora da normalização das chuvas, atualmente as condições das lavouras estão muito favoráveis e o clima está contribuindo para a perspectiva positiva. Com isso, a produtividade média esperada ficou em 3,15 toneladas por hectare.
 
“De qualquer maneira, o clima segue sendo acompanhado de perto com as lavouras passando pela fase de enchimento de grão. Em estados onde o plantio ocorre mais tarde, o clima em fevereiro também é determinante”, afirma a Consultoria.
 
Milho
Para a safra de verão de milho, a INTL FCStone não trouxe mudanças em relação aos números de dezembro: “Espera-se uma produção de 23,4 milhões de toneladas, queda de 23% em relação ao ciclo anterior. O clima também está, no geral, favorável. Somente no Rio Grande do Sul, onde as condições estão mais secas, que há alguma preocupação com impactos negativos sobre as lavouras. De qualquer maneira, a produtividade estimada para o estado já está mais baixa que o alcançado no ciclo anterior”.
 
Em sua revisão de janeiro, a INTL FCStone trouxe leve redução da safrinha de milho, que ficou em 63,2 milhões de toneladas: “Esse ajuste decorreu de uma leve queda na área plantada do Paraná. Com os atrasos no plantio da soja, a janela de plantio da safrinha deve ficar mais restrita, com parte da cultura sendo semeada fora do período ideal. Quanto mais tarde a segunda safra é semeada, maior é o risco climático a que ela está sujeita, pois as chuvas vão ficando escassas em grande parte do país. Diante desse cenário, há alguma expectativa de queda de área e além de menores investimentos por parte dos produtores, na tentativa de minimizar potenciais prejuízos. Assim, também se estima uma produtividade menor que a registrada na safrinha do ano passado”.

Fonte: Agrolink
Voltar Imprimir
Deixar um comentário
Nome
Comentário
 

Notícias recentes

Renda agropecuária de Mato Grosso do Sul deve subir aproximadamente 5% 13 de dezembro de 2018 O VBP – Valor Bruto de Produção – deve aumentar aproximadamente 5% em 2019. A previsão foi anunciada, nessa quarta-feira (12), pelo pre...
Programa Soja Plus intensificará atividades em Bonito, Jardim e Bodoquena 13 de dezembro de 2018 Agricultores da região de Jardim, Bonito e Bodoquena receberão reforços em suas propriedades com o Soja Plus, um programa de adesão gratuita, admi...
Iagro monitora Influenza Aviária e Doença de Newcastle no Estado 13 de dezembro de 2018 A Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal (Iagro) realiza o monitoramento anual da Doença de Newcastle e Influenza Aviária do Sítio...
Brasil antecipa meta de reduzir emissão de CO2 com a agropecuária sustentável 13 de dezembro de 2018 O Brasil mitigou entre 100,21 e 154,38 milhões de Mg CO2 equivalente (equivalência de dióxido de carbono) , no período de 2010 a 2018, alcançado ...
Expectativa de maior demanda dá firmeza ao mercado do boi 13 de dezembro de 2018 Com a expectativa de maior consumo de carne devido às festividades de final de ano, os frigoríficos buscam abastecer os estoques para atender a dema...
FPA e entidades do setor produtivo debatem desafios da agropecuária em 2019 13 de dezembro de 2018 O cenário da agropecuária e do Brasil para o próximo ano: desafios e perspectivas. Esse foi o tom do discurso no seminário Agro Cenário 2019, rea...
Preço do sebo bovino subiu 16,7% no segundo semestre 13 de dezembro de 2018 Apesar da demanda em alta, o preço do sebo bovino ficou estável na última semana. Segundo levantamento da Scot Consultoria, no Brasil Central, o pr...