Notícias

Censo agropecuário brasileiro começará em outubro

10 de agosto de 2017

A realização do censo agropecuário brasileiro foi anunciada nesta segunda-feira (7/8), durante o Congresso Nacional do Agronegócio (Abag), que acontece em São Paulo. Roberto Olinto, presidente do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) participou do anúncio e ressaltou a importância da pesquisa para o país.

A coleta de informações – estima-se que sejam mais de 5 milhões de estabelecimentos pesquisados - que comporão o censo agropecuário começará no mês de outubro próximo e terminará em fevereiro do ano que vem. Dados sobre agricultura, extração vegetal, silvicultura, criação de animais de grande e pequeno portes, aquicultura, criação de abelhas, bicho-da-seda, beneficiamento e a transformação de produtos agropecuários serão inclusos na pesquisa.

Tecnologias

Segundo Olinto, a novidade para a realização deste censo será o uso de tecnologias, de dados geoespaciais e georreferenciais que facilitarão a coleta de informações e a elaboração dos resultados. “Os agentes vão monitorar os estabelecimentos munidos de um computador de mão, e depois essas informações poderão ser cruzadas, gerando mapas e outros dados que podem ser acessados e utilizados em amostragens futuras”, explicou. As informações coletadas serão referentes ao período de outubro de 2016 e setembro de 2017.

A divulgação dos resultados preliminares está prevista para acontecer no ano que vem para quantidade e área total de estabelecimentos agropecuários, uso da terra, maquinários, efetivos da produção pecuária e, a partir de 2018, também serão divulgados os resultados definitivos da pesquisa.

De acordo com Olinto, por restrições orçamentárias, a realização do censo agropecuário não será divulgada na mídia. “Ainda assim, estamos trabalhando intensamente para conscientizar os cidadãos  e as instituições da importância em participar e responder o questionário”. No censo agropecuário 2017, o IBGE firmou parcerias com instituições como a Associação Brasileira do Agronegócio (Abag) e a Organização das Cooperativas do Brasil (OCB). “A informação é benefício para todos, não pode ficar somente sob a responsabilidade só de um órgão de estatística”.

De acordo com Caio Carvalho, presidente da Abag, o censo agropecuário poderá cruzar as informações coletadas com o banco de dados do Cadastro Ambiental Rural (CAR) para criar um banco de dados integrado sobre o meio rural.

O último censo agropecuário realizado no Brasil foi o de 2006. De acordo com Olinto, a realização de um novo trabalho deveria ter sido feita em 2011, mas “o orçamento não permitiu”. “O objetivo é seguir o padrão mundial e realizar um censo a cada período de cinco anos, pois é um tempo em que mudanças podem ser sentidas, mas houve um problema orçamentário e só conseguimos realizar agora. Será uma pesquisa por amostragem”, disse Olinto.


Fonte: Globo Rural
Voltar Imprimir
Deixar um comentário
Nome
Comentário
 

Notícias recentes

ExpoMS 2018 vai receber circuito da Copa Morena de Laço Comprido 20 de julho de 2018 A ExpoMS Rural 2018, feira agropecuária que a Acrissul (Associação dos Criadores de Mato Grosso do Sul) vai realizar de 23 de agosto a 2 de setembr...
Encontro Técnico do Leite: evento será realizado no dia 31 de agosto, durante a Expo MS 20 de julho de 2018 O Senar/MS – Serviço Nacional de Aprendizagem Rural realizará, no dia 31 de agosto, a 21ª edição do Encontro Técnico do Leite. O event...
Fazenda define regras para ressarcir bancos por descontos em dívida rural 20 de julho de 2018  O Ministério da Fazenda definiu as condições para que a Secretaria do Tesouro Nacional (STN) faça o ressarcimento de instituições financei...
Morre o reprodutor Nelore Macuni do Salto 20 de julho de 2018 A Alta Genetics comunica o falecimento do touro Macuni do Salto aos 15 anos de idade. Vindo do criatório Nelore da Nana, propriedade de Ana Luiza Con...
Demanda chinesa para importação deve sustentar preços do algodão em 2019 20 de julho de 2018  O ressurgimento da demanda chinesa para importação de algodão será o principal fator de suporte para os preços da pluma em 2019, avalia a B...
Médias sinalizam aquecimento de mercado pecuário no semestre 20 de julho de 2018 O mercado para a pecuária no país no segundo semestre deve ter venda em alta com preços remuneratórios e médias satisfatórias para os vendedores...
Demanda fraca segue ditando o ritmo do mercado de frango 20 de julho de 2018  O mercado de frango está sem fôlego. Nas granjas paulistas, a ave terminada tem sido negociada, em média, em R$3,00/kg, estabilidade frente ...