Estados Unidos aumentam produção de carnes

20 de abril de 2017

Os Estados Unidos recompõem o rebanho, aumentam abates e elevam produção de carnes. No ano passado, a produção de carne vermelha (bovina, suína e de ovinos) somou 22,9 milhões de toneladas.

Em um período em que o Brasil passa por certa desconfiança de parte do mercado consumidor mundial, os americanos prometem elevar ainda mais a produção de proteínas neste ano.

O volume de 2016, que superou em 4% o de 2015, poderá crescer ainda mais em 2017, conforme dados do Usda (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos).

Os 814 frigoríficos do país abateram 30,6 milhões de animais, 6% mais do que em 2015. Os 13 maiores foram responsáveis por 58% desses abates.

A produção de carne bovina, ao somar 11,5 milhões de toneladas, também superou em 6% a de 2015. Para este ano, a estimativa é que o volume supere os 12 milhões de toneladas.

Já a produção de carne suína ficou em 11,4 milhões, com crescimento de 2%. Os anos anteriores foram marcados pela ocorrência de problemas sanitários no setor.

Neste ano, a perspectiva é de mais crescimento, com a produção de carne suína podendo atingir 11,8 milhões de toneladas.

O setor de avicultura, também com problemas sanitários regionalizados, obteve produção de 18,2 milhões de toneladas de carne de frango no ano passado. Neste ano, poderá somar 18,8 milhões.

Fonte: Folha de S.Paulo