Notícias

EUA quer comércio livre, mas justo e equilibrado, diz secretário do Tesouro

20 de março de 2017

Os Estados Unidos continuam comprometidos com o livre comércio, mas querem reexaminar alguns acordos comerciais e corrigir seus excessos, disse o secretário do Tesouro norte-americano, Steven Munchin, neste sábado, após chefes das finanças do G20 recuarem em compromissos anteriores sobre o assunto.

Fazendo apenas uma breve referência ao comércio em seu comunicado, ministros das finanças e chefes de bancos centrais das 20 maiores economias do mundo quebraram uma longa tradição de apoiar o livre comércio, clara derrota da nação anfitriã Alemanha, que tem batalhado para manter os compromissos anteriores do G20.

"O que constava no comunicado anterior não é necessariamente relevante do meu ponto de vista", disse Mnuchin, em entrevista coletiva em Baden Baden.

"Eu entendo o desejo do presidente e suas políticas, e as negociei aqui. Eu não poderia ter ficado mais feliz com o resultado", disse Mnuchin.

No maior conflito da nova administração dos Estados Unidos com a comunidade internacional, chefes das finanças do G20 recuaram na promessa de rejeitar o protecionismo e manter um sistema de comércio aberto e globalmente inclusivo.

"Acreditamos em livre comércio, estamos em um dos maiores mercados do mundo, somos um dos maiores parceiros comerciais do mundo, comércio tem sido bom para nós, tem sido bom para outras pessoas", disse Mnuchin. 


Fonte: Reuters
Voltar Imprimir
Deixar um comentário
Nome
Comentário
 

Notícias recentes

Após 8 anos livre, Colômbia detecta foco de aftosa 26 de junho de 2017 A Colômbia registrou seu primeiro foco de febre aftosa desde 2009, quando o país foi declarado livre da enfermidade que afeta o gado. O caso pode im...
"A JBS manipula o mercado nos Estados Unidos", diz carta de associação 26 de junho de 2017 “Se as acusações estiverem corretas, então a JBS zombou das leis dos Estados Unidos. Se construiu seu império utilizando meios ilegais, ele ...
Carne brasileira teme novas restrições estrangeiras 26 de junho de 2017 Os próximos dias serão tensos para a cadeia da carne brasileira. O setor torce para que mercados com mais peso, como o Japão e a União Europeia, p...
É improvável que vacina cause abscesso em carne, diz indústria veterinária 26 de junho de 2017 Não é provável que a vacina seja a causa de abscessos encontrados pelo governo dos Estados Unidos na carne brasileira, problema este citado como um...
Carne do Brasil não oferece risco aos EUA, diz governo; vacina em xeque 26 de junho de 2017 Os problemas apontados pelos Estados Unidos em relação à carne brasileira não oferecem risco à saúde pública e há indicações de que os absce...
Pecuaristas gastam até 600 milhões por ano com vacina da aftosa 26 de junho de 2017 Sebastião Guedes, vice-presidente do Conselho Nacional de Pecuária de Corte (CNPC), afirma que o embargue de carne brasileira pelos Estados Unidos, ...
Formação de abscessos pode estar relacionado a problemas de manejo, afirma pecuarista 26 de junho de 2017 A formação de abscessos, principal argumento utilizado pelo governo norte-americano para suspender a importação de carne in natura do Brasil, pode...