Notícias

Suíno vivo: Frigoríficos fazem reajuste diante da baixa oferta de animais

17 de fevereiro de 2017

Os preços do suíno vivo no mercado independente estão experimentando altas atípicas neste início de ano. O motivo é a redução na disponibilidade de matérias primas.

Mas, essas cotações que chegaram a bater recordes em algumas regiões já começam a ter reflexo nas agroindústrias. "Com a baixa oferta do suíno vivo, frigoríficos repassaram os aumentos à carne. Mas, diante das valorizações, a demanda final se desaqueceu e a liquidez se reduziu", diz o Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada) em seu boletim semanal.

No atacado, as cotações atingiram recorde nominal. Segundo levantamento do Centro a carcaça especial fechou a R$ 7,99/kg no atacado da Grande São Paulo – até então, o maior valor nominal era de R$ 7,93/kg, observado em novembro de 2014.

O Cepea ressalta que por conta da redução na demanda os frigoríficos tem buscado alternativa para escoar o estoque. "Em algumas plantas, as atividades chegam a 50% da capacidade", diz.

Jacir Dariva, presidente da APS, relata que há frigoríficos demitindo funcionários no Estado devido à baixa oferta de suínos para abate. “Não temos mais suínos pesados nas granjas. Inclusive, há a informação de frigoríficos do Paraná demitindo funcionários por falta de matéria-prima”.


Fonte: Notícias Agrícolas
Voltar Imprimir
Deixar um comentário
Nome
Comentário
 

Notícias recentes

Após 8 anos livre, Colômbia detecta foco de aftosa 26 de junho de 2017 A Colômbia registrou seu primeiro foco de febre aftosa desde 2009, quando o país foi declarado livre da enfermidade que afeta o gado. O caso pode im...
"A JBS manipula o mercado nos Estados Unidos", diz carta de associação 26 de junho de 2017 “Se as acusações estiverem corretas, então a JBS zombou das leis dos Estados Unidos. Se construiu seu império utilizando meios ilegais, ele ...
Carne brasileira teme novas restrições estrangeiras 26 de junho de 2017 Os próximos dias serão tensos para a cadeia da carne brasileira. O setor torce para que mercados com mais peso, como o Japão e a União Europeia, p...
É improvável que vacina cause abscesso em carne, diz indústria veterinária 26 de junho de 2017 Não é provável que a vacina seja a causa de abscessos encontrados pelo governo dos Estados Unidos na carne brasileira, problema este citado como um...
Carne do Brasil não oferece risco aos EUA, diz governo; vacina em xeque 26 de junho de 2017 Os problemas apontados pelos Estados Unidos em relação à carne brasileira não oferecem risco à saúde pública e há indicações de que os absce...
Pecuaristas gastam até 600 milhões por ano com vacina da aftosa 26 de junho de 2017 Sebastião Guedes, vice-presidente do Conselho Nacional de Pecuária de Corte (CNPC), afirma que o embargue de carne brasileira pelos Estados Unidos, ...
Formação de abscessos pode estar relacionado a problemas de manejo, afirma pecuarista 26 de junho de 2017 A formação de abscessos, principal argumento utilizado pelo governo norte-americano para suspender a importação de carne in natura do Brasil, pode...